Um crítico da medíocre moral de classe média

Inegavelmente, Raul tem uma obra que causa deslocamentos nas concepções mela-cueca do senso comum, de modo que ouvir as suas inquietações é algo instigante , Aiondo ponto de vista intelectual e criativo. Vejo-o como um crítico da medíocre e acovardada moral de classe média, preponderante em nossa época e largamente professada pela cultura mercadológica da mídia, fundada na oferta de espetáculo e informação para consumo breve e cego. Raul expõe ao ridículo a extrema agressividade inscrita na morbidez, na falta de charme e no sono dogmático da caverna burguesa, fenômeno alastrado pelo mundo capitalista afora e amplamente estudado por filósofos, teólogos, cientistas sociais, psicanalistas. Assim, a exemplo de pensadores como Kafka, Benjamin e Nietzsche, Raul positiva o momento da desertificação contemporânea, da derrocada da tradição, como momento de instauração de uma nova era. O vislumbre de um novo tempo, o “Novo Aeon” (de aion, o tempo grego do instante criador), pode ser o maior legado de Raul para seus leitores/ouvintes brasileiros.

Adolfo Oleare

Professor de Filosofia

vocalista da banda Lordose pra leão

Fonte: Gazetaonline

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s